Sábado, 08 Junho 2019 23:57

Quando você mudou?


Por: Rita Ramos Cordeiro

Um dia, há muito tempo atrás você era divertida, apaixonada pela vida, ria de tudo, adorava os encontros com grupos de amigos e estava sempre viajando com eles.
Era a primeira a organizar os eventos e passeios. Amava a música, a dança e principalmente os amigos.

Não era a preferida e nem a mais bonita da turma, mas sua alegria a fazia se destacar entre os amigos e sempre era procurada para organizar grandes encontros.

 

Mas um dia você mudou....

Continuava radiante e alegre diante da vida, mas aquele comportamento esfuziante da mocidade ficou para trás.

Os anos se passaram e você se tornou uma pessoa mais séria, mais responsável e mais focada. A vida te distanciou daqueles amigos, mas te trouxe outros.

Quantos de nós não se encaixa no relato acima? Quantos de nós com o passar do tempo se acalma e muda? Mas será que realmente houve uma mudança drástica ou você cresceu e reviu suas prioridades?

Será que lá no fundo você ainda não continua aquela menina alegre de antes, só que agora mais contida, pensativa e focada em outras situações e necessidades?

Será que o tempo e a idade não te fizeram mais madura e experiente diante da vida, que fez adormecer aquela jovem que tinha apenas como única preocupação, se divertir?

Algumas pessoas amadurecem com a idade e mudam. Mudam comportamentos e se afastam dos antigos amigos e se tornam infelizes. Não guardam dentro de si a criança que deveria existir para sempre.

Já outros, focados em seu amadurecimento e prioridades apenas mudam o foco e direção de toda sua energia e esfuziante alegria.

Infelizmente a idade, muitas vezes o casamento, filhos e responsabilidades, aparentemente escondem aquela exuberante e feliz jovem, mas no mais profundo de seu ser, onde ninguém tem acesso, ainda é aquela doce e inocente criança. Não pelo comportamento e forma de agir, mas por seus pensamentos, sentimentos e emoções e toda esta exuberância invisível para muitos, situa-se no seu coração e na sua alma e inicia já em nova fase adulta uma nova caminhada, com o mesmo empenho, alegria e liderança que tinha em sua juventude.

Uma visível seriedade esconde no mais profundo de seu ser, um coração jovem, alegre e pulsante, que acredita na vida, nas pessoas e no mundo.

Se utiliza de toda sua luz interior para priorizar e trabalhar no que considera mais importante, o amor! Luta arduamente e por vezes implacavelmente doando-se o máximo possível por seus ideais, muitas vezes sendo confundida e mal interpretada pela sua seriedade aparente.

Quem lhe conhece a fundo conhece também seu coração e o que leva na alma e descobre facilmente que no final, você não mudou nada, apenas cresceu por fora, mas por dentro continua uma eterna criança feliz.

E você, ainda continua aquela menina (o) de sua juventude ou sua alma envelheceu com o passar dos anos?

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA